5 vantagens de um ERP para as PMEs

17/08/2015
Imagem retirada de http://www.blogti.microcampsp.com.br/erp-enterprise-resource-planning/
Imagem retirada de http://www.blogti.microcampsp.com.br/erp-enterprise-resource-planning/

A cultura de que investir em software integrado de gestão empresarial (ERP) é coisa para as grandes ou gigantes empresas já está sendo modificada. Protagonistas da economia nacional, as pequenas e médias empresas (PMEs) contam, cada vez mais, com a tecnologia e sistemas para gestão para impulsionar seus resultados. A seguir, confira uma lista com cinco vantagens que pequenas e médias empresas ganham quando passam a contar com um sistema de ERP:

1) Melhorias gerenciais: eliminando as diversas planilhas e unificando dados e processos, os gestores têm mais controle sobre as informações, podem prever cenários e, assim, amplificam seu poder de decisão.

2) Gestão tributária: motivo de dor de cabeça para empresas de todos os tamanhos, o sistema tributário brasileiro é realmente complexo. Conseguir segurança fiscal é um exercício diário para as organizações de todos os tamanhos. A automatização e a integração da controladoria reduzem retrabalho e falhas nas relações com o Fisco, evitando multas e gastos excessivos. Diminui também a dependência de terceiros, como contadores – vale pensar no custo-benefício.

3) Segurança da informação: a unificação dos trabalhos num único sistema dificulta o extravio das informações e até possíveis fraudes. Melhor ainda se o ERP estiver na nuvem (cloud computing), pois como a infraestrutura e a manutenção da solução ficam por conta do fornecedor, a empresa ganha segurança e tranquilidade.

4) Redução de custos: reduzir custos e otimizar a produtividade é a combinação dos sonhos. Ao reorganizar os processos de negócio, automatizar as operações diárias e melhorar a acuracidade no cálculo de impostos, a empresa ganha redução de custos operacionais.

5) Competitividade: com melhorias gerenciais, processos padronizados, sincronizados e seguros, ganho de tempo, segurança da informação e redução dos custos, a empresa se torna mais confiante. Isso impacta na qualidade dos produtos e serviços e na gestão de pessoas, melhorando seu poder competitivo.

Fonte: A Notícia, escrita por Cesar Griebeler