Totvs, SAP e Oracle detêm 81% do mercado de ERP no Brasil

04/05/2018
Imagem retirada de http://computerworld.com.br/totvs-sap-e-oracle-detem-81-do-mercado-de-erp-no-brasil
Imagem retirada de http://computerworld.com.br/totvs-sap-e-oracle-detem-81-do-mercado-de-erp-no-brasil

Totvs, SAP e Oracle detêm 81% do mercado de ERP no Brasil. A liderança é da fabricante brasileira, com 35%, seguida de perto pela alemã, com 31%, e a norte-americana na terceira colocação, com 15%. Os números são da 29ª Pesquisa Anual do GVcia, Centro de Tecnologia de Informação Aplicada da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV/EAESP), divulgada nesta quinta-feira (19/4). O estudo foi realizado em 8 mil grandes e médias empresas com 2.560 respostas válidas.

No mercado de pequenas empresas (com até 170 teclados), a Totvs detém 50% do mercado, muito à frente das concorrentes. Já nas companhias médias (com 170 a 700 teclados), a brasileira ainda está na frente, com 35%, seguida pela SAP. No mercado das grandes empresas (com mais de 700 teclados), o jogo vira para a fabricante alemã, que domina metade do mercado. A Totvs aparece com 20%, seguida pela Oracle, com 18%.

Meirelles alerta que a Totvs tem perdido participação por um simples motivo. "Ela compra tudo e não consegue aumentar a proporção", aponta. Veja também: Totvs inicia trajetória em IoT com investimentos de até R$ 9 milhões

No entanto, ele destaca que 35% é uma participação gigantesca. "A Totvs é um fenômeno porque em outros países não há fabricantes locais dessa forma. (Está de) Parabéns, mas é cada vez mais difícil manter participação tão grande em empresas brasileiras", pondera.

Outra companhia que deve ficar de olhos abertos, para Meirelles, é a Oracle. Segundo ele, a companhia perdeu praticamente metade do mercado no Brasil, por conta de "decisões questionáveis" no País e no mundo. "O Gartner, por exemplo, deixou de colocar a Oracle no Quadrante Mágico nos últimos anos porque ela deixou de mandar informações. E nesse ano colocou a empresa em situação complicada, em muitos como empresa de nicho. Eu atribuo isso à fome da Oracle. Ela compra tudo", comenta.

Outro desafio para a fabricante norte-americana, bem como para a SAP, é tropicalizar softwares desenvolvidos no exterior para a realidade brasileira.

Outra empresa que aparece no gráfico é a Infor, com participação de 5%. A Microsoft, por sua vez, é listada em "outros" e, segundo Meirelles, ainda não chega a 5% do mercado com a plataforma Dynamics 365.

Inteligência analítica
O estudo contempla também uma análise de participação de mercado no setor chamado pela FGV de Inteligência Analítica. A categoria engloba sistemas de apoio à decisão, como BI, CRM e BA.

A inteligência analítica é responsável por boa parte do lucro dos fabricantes SAP, Oracle, Totvs, Microsoft, IBM e Qlik, que, nesta ordem, são líderes com 93% do mercado.

"É difícil determinar um nome sem rótulo comercial. Qualquer um que pensávamos dava conotação do produto da IBM, Oracle, SAP etc. Por isso pensamos em Inteligência Analítica, que ainda não foi usado por ninguém", explica Meirelles.

Considerando todo o mercado, a SAP lidera, com 26%, seguida por Oracle, com 19%, e Totvs, com 13%. Mas o destaque, segundo Meirelles, é o "fenômeno" Qlik, como ele classifica. "A Qlik não estava no gráfico há alguns anos e tem crescido muito o uso", aponta.

Fonte: ComputerWorld, escrita por Guilherme Borini